11.6.08

um dia uma borboleta entrou no metro, passageiro perdido.
outro passageiro, assustado com o estranho passageiro, esmagou-a propositadamente com o pé.
sai do metro com o choro apertado na garganta, doía.
hoje quando conduzia atropelei uma borboleta de asas brancas.
o embate -la rodopiar e projectar-se com toda a força na estrada.
sou passageiro perdido com carta de condução.